Tuesday, March 08, 2005

ARTE ELETRÔNICA - FICÇÃO OU REALIDADE?

Michelangelo, Da Vinci, Rembrandt...etc. O que diriam os pais da renascença ao se depararem com códigos html, Java entre outros? Ou ainda códigos que decifrem os códigos de uma maneira assimétrica e intensa?. Ao entrar em sites como Bodies Incorporated, shredder 1.0 e desvirtual tem-se a impressão de estar visitando algo como uma espécie de Monalisa(Da Vinci) digital, sem acreditar que ela esteja realmente lá. A desconfiança e indagação se encarregam de lançar ao tato o desafio de comprovar sua existência – obviamente mal sucedida. Mesmo assim não se tem o direito de indagar tal genialidade de seus criadores, afinal, se apreciar as páginas como algo novo, seja agradável às suas tendências culturais ou não, assim como olhará atenciosamente ao se deparar com um Rembrandt, verá que é muito mais que “algo novo”, uma manifestação da arte, uma necessidade de expressão da natureza perfeita do corpo humano ou até mesmo uma evolução da espécie. Relute, mas cedo ou tarde será comum vivenciar provas de descontentamento, incontinência de idéias e manifestações culturais prós ou contra o que acredita na World Wide Web. É o calor humano sendo substituído pela globalização e suas conseqüências.

1 Comments:

Blogger Dani Osvald Ramos said...

Pessoal, gostei da reflexão. É forte lembrarmos da Mona Lisa em comparação com "Webarte", não? Em relação ao texto, só achei que o tempo verbal ficou meio confuso. Mas o conteúdo é por aí mesmo. Abs

12:00 PM  

Post a Comment

<< Home